12 MESES DE CULINÁRIA ESCANDINAVA – ABRIL

É aquele ditado né… antes tarde do que nunca! Aqui estou eu escrevendo sobre a culinária escandinava de abril nos 45 minutos do segundo tempo… mas, ainda é abril! Esse mês não acaba nunca, fala sério!

Para esse mês escolhi uma comida que na verdade não faz parte ou pertence a nenhuma estação do ano específica, mas pode mudar de acordo com a disponibilidade de ingredientes e o gosto de cada um. O nome em dinamarquês é smørrebrød e traduzido literalmente significa pão com manteiga. Consiste em apenas uma fatia de pão (geralmente de centeio negro) com manteiga e algum recheio salgado, pode ser peixe, frango, presunto, rosbife… e também alguma verdura: alface, tomate, cebola em conserva ou fresca, etc. As combinações são realmente infinitas e esse tipo de sanduíche é adorado por aqui, consumido praticamente todos os dias e você pode encontrar em qualquer supermercado e cafeteria. Onde eu trabalho temos a opção de comida “rápida” e esses sanduíches são os que vendem mais rápido. Eles também estão presentes em eventos, como reuniõoes familiares e de trabalho.

 

Eu acho que o mais legal desse sanduíche é que ele é aberto, e não feito com duas fatias de pão como conhecemos. Outro aspecto é o pão de centeio negro – apesar do pão branco existir aqui, não é tão consumido nem apreciado como o escuro. O pão de centeio é mais saudável que o de trigo, alguns estudos confirmam que o centeio ajuda a regular o nível de açúcar no sangue e aumentar a sensação de saciedade, ao contrário do pão branco.

Apesar de todas essas qualidades, eu tenho que avisar que o sabor do pão de centeio não é nenhuma maravilha: a primeira vez que experimentei pensei que ia vomitar (nojento, mas real). Quanto mais escuro o pão é, o sabor é mais amargo/ácido e intenso. Existem versões mais light com nozes, sementes e até cenoura que eu gosto e consigo comer, embora não seja meu tipo de pão preferido.

Mas como o objetivo dessa série de posts é sair do comum e entrar no desconhecido, eu os encorajo a procurar o tal pão de centeio e preparar alguns smørrebrød!

Foto: Lynda Balslev for NPR

Smørrebrød ou sanduíches abertos

Ingredientes

Pão de centeio (ou algum outro pão de forma integral)
Manteiga/margarina
Alface
Alguma proteína, por exemplo:

  • Salmão defumado
  • Sardinha
  • Salame
  • Rosbife
  • Presunto e queijo
  • Filé de frango a milanesa
  • Frango defumado

Alguma verdura para completar, por exemplo:

  • Pepino (ou pepino em conserva)
  • Rábano
  • Tomate
  • Cebola roxa
  • Ovo cozido ou frito
  • Limão siciliano
  • Tomate

Temperos

  • Sal e pimenta
  • Salsinha
  • Endro (também conhecido como aneto ou dill, é a erva mais utilizada na cozinha escandinava)
  • Cebolinha

Preparo

Acho que não preciso explicar como passar manteiga no pão e colocar o recheio, hehe! Mas é nessa parte que você pode deixar suas habilidades de master chef florescer e montar o sanduíche mais lindo do mundo! 

Para ajudar com um pouquinho de inspiração e servir de guia na hora de preparar o sanduíche perfeito, eu fiz uma pasta lá no Pinterest com fotos de combinações deliciosas e lindas!


O meu smørrebrød favorito é com salmão defumado e pepino, temperado com sal, pimenta e aneto. A gordura do salmão combina muito bem com o pão de centeio, fazendo o sabor ácido muito mais “aguentável” hehe 😅 Aqui na Estônia o mais comum é com peixe espadilha em conserva, fatias de ovo cozido e cebola roxa.

E você, que tipo de smørrebrød vai preparar?! 😃

Não esqueça de seguir o blog nas redes sociais!

Facebook | Instagram

Load More
Something is wrong. Response takes too long or there is JS error. Press Ctrl+Shift+J or Cmd+Shift+J on a Mac.

Você já viu as receitas dos meses anteriores?

 

  • Biff Lindström
    12 meses de culinária escandinava - MARÇO

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Facebook Comments

Ana Poli

From Brazil to the world, living life one bite at a time ;)

3 Comments

  1. Nossa, que diferente! Eu nunca tinha visto esse lanche. Achei legal pra quem tá tentando descobrir coisas novas, mas saber que esse pão é ácido já me deixa meio receosa. :p Sobre o acompanhamento, acho que eu só não comeria com peixe. O resto é bem interessante. *-*

    Beijos! ;*

  2. aiii, agora fiuei até receosa com esse pão de centeio hahahaha mas deu vontade de experimentar a sua combinação om salmão e pepino ein? nhammm

    beeeeijo

  3. Que legal Ana, fiquei curiosa pra provar esse pão.. o meu eu faria uma versão vegetariana 🙂
    E que saudade que me bateu da Dinamarca agora <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *