12 meses de culinária escandinava – MAIO

Ah, maio! Maio foi o mês que cheguei à Estônia, ano passado. Assim que já um ano e todas as 4 estações tenho vivido aqui. Estou dividida entre primavera e outono; ainda não decido qual das duas é minha estação favorita. A natureza aqui é impressionante, e muda muito rápido. Em menos de três semanas passamos de árvores peladas e capim seco a folhas pequeninas e verdinhas, grama alta e brilhante, céu azul e dias de sol… A temperatura mudou muito e eu também mudei com ela. Aos 16ºC já posso estar de shorts e camiseta ao sol! O frio foi tão rigoroso que o corpo pede e precisa de toda a luz e calor do sol!

Spring in Tallinn

A receita que escolhi para esse mês de maio é uma bebida deliciosa e refrescante para dar boas vindas ao calor. Essa bebida, chamada de cordial, nada mais é do que um xarope para se misturar com água, como o que já conhecemos de groselha, por exemplo – agora imagina esse xarope feito com frutinhas frescas, natural, com sabores incríveis! O meu escolhi fazer de ruibarbo, que é uma das primeiras verduras a começar a crescer na primavera, e também por que adoro o gostinho doce/azedinho dele!

Se você mora no Brasil, pode encontrar o ruibarbo em São Paulo em lugares como o Mercado Municipal.

Não encontrou o ruibarbo ou não gosta? Não tem problema. Substituia por alguma fruta (morango, por exemplo). Na hora de adicionar o açúcar, adoce pouco ao pouco, pois o ruibarbo é bem menos doce do que qualquer frutinha. Vá experimentando até ficar do jeito que você gosta.

Cordial de Ruibarbo

Ingredientes

1 kg de ruibarbo, limpo e picado em pedaços de 5cm
800mL de água
700g de açúcar de confeiteiro

Preparo

Em uma panela, adicione a água e o ruibarbo à fogo alto e espere começar a ferver. Quando começar a borbulhar, diminua o fogo ao bem baixinho e deixe cozer por 30 minutos. Retire do fogo e passe por uma peneira bem fininha (ou de preferência um pano, daqueles para fazer queijo). Coloque o líquido de volta na panela e adicione o açúcar. Deixe cozer mais uma vez a fogo baixo até o açúcar derreter e o líquido engrossar, ou seja, virar xarope.

Se você não tiver um pano fino e nem peneira, também pode usar um filtro de papel (daqueles para coar café!)

Deixe esfriar e sirva com água com ou sem gás. Essa receita alcança para preparar 1 litro, mas depende do seu gosto!

No começo da primavera, os ruibarbos produzem esse xarope cor de rosa, mas conforme vamos entrando no verão, a cor vai ficando mais intensa e é possível obter uma cor bem mais escura, vermelha!

Gostou do cordial de ruibarbo? Me conta nos comentários! Chegou agora? Veja os posts anteriores da série 12 meses de culinária escandinava. Tenho certeza de que vai adorar!

 

 

Salvar

Salvar

Salvar

Facebook Comments

Ana Poli

From Brazil to the world, living life one bite at a time ;)

2 Comments

  1. Oi, Ana! Eu adoro as mudanças de estações, é muito legal perceber a transição. Onde eu moro não consigo fazer isso (porque no litoral do Brasil é verão praticamente o ano inteiro!), mas tento viver isso em algumas viagens. E hey, um ano na Estônia, hein? Uau. Parece um desafio e tanto! Mas daqueles muito recompensadores. Espero que esteja tudo bem aí. 🙂 Sobre a receita, vou ser sincera, algumas horas atrás eu diria: quero tentar! Mas hoje pela manhã eu tentei fazer um bolo com calda de morango e a calda foi um total fracasso! Ficou super doce. Claro que a sua receita não tem nada a ver com isso, mas os ingredientes e o procedimento me lembraram esse triste fim que tive hoje, hahaha. Mas um dia ainda quero experimentar esse ruibarbo! Beijoss

    • Oi Lisete! Aqui está tudo bem sim, obrigada 🙂 Sobre a receita, como já diria Raul Seixas: tente outra vez! Nao é sempre que as coisas dao certo de primeira, haha! Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *