12 meses de culinária escandinava – SETEMBRO

Hoje mesmo me dei conta que não só setembro está passando rápido demais, mas o ano também já está chegando ao fim! 😱 Aqui na Estônia as árvores já estão mudando de cor e as folhas começando a cair. Quando lembro da mesma época no ano passado, ao mesmo tempo que sinto que foi em outra vida, chega a parecer que foi ontem mesmo!

Ontem mesmo que vivi pela primeira vez o espetáculo de ver o outono aqui nessa parte do mundo, a natureza mudando tão rápido, as folhas secas se acumulando nas ruas… é simplesmente mágico! Eu acho que podem passar décadas e ainda vou me encantar com tamanha beleza.

outono de 2016

outono de 2016

Aqui a chegada do outono também significa o fim da temporada de colheita, e os últimos ingredientes frescos que vamos ter para esse ano: algumas raízes, batatas, abóbora, cogumelos, maçãs e ameixas. Agora é a época em que as conservas são feitas para durarem todo o inverno.

Eu escolhi a receita desse mês por dois motivos: eu sabia que o Kris iria adorar e tem um ingrediente que eu tinha um pouco de preconceito: raíz forte. Vamos para a receita primeiro, depois me explico!

Frango ao molho de raíz forte e salsinha

Ingredientes

1/2 kg de frango (usei sobrecoxa, mas pode ser qualquer outra parte)
3 folhas de louro e um punhado de pimenta-do-reino
1 colher de sopa de manteiga
200g de pastinaca picada em tiras finas
200g de funcho-de-florença picado em tiras finas
1 colher de sopa de farinha de trigo
500 mL da água de cozimento do frango
200 mL de creme de leite fresco
6 colheres de chá de raíz forte ralada
um punhado de salsinha
sal e pimenta

1 kg de batata cozida para servir

Modo de preparo

Comece cozinhando o frango em água com sal, louro e a pimenta. Deixe ferver por aproxidamente uma hora e reserve a água do cozimento. Em uma frigideira refogue as tirinhas de pastinaca e do funcho. A pastinaca é um tubérculo que se parece com uma cenoura, é de cor claro e tem sabor entre uma cenoura e um nabo. Já o funcho é uma herbácea bem aromatizada, lembra muito o anís e dá uma certa refrescância que eu adoro!

essa é a pastinaca

 

funcho-de-florença

funcho-de-florença

Adicione a colher de farinha e refogue um pouco mais. Adicione metade da água do frango e deixe ferver até a farinha dissolver completamente. Adicione o resto da água e as 6 colheres de chá de raíz forte ralada. Se você encontrar a raíz forte fresca, será excelente! Se não, ela também é vendida em frascos como conserva!

raíz forte ralada

raíz forte ralada

Deixe ferver um pouco mais e adicione o creme de leite misturando bem. Sazone um pouco mais com sal e pimenta caso for necessário e deixe o molho ferver a fogo médio. Termine com um punhado de salsinha fresca picada!

Agora é só misturar o frango com o molho ou servir por separado, se você preferir! Sirva com as batatas cozidas.

frango ao molho de raíz forte e salsinha

frango ao molho de raíz forte e salsinha

A raíz forte é um dos ingredientes mais usados como “complemento” por aqui, tanto que os locais passam no pão ou simplesmente colocam um pouco em cima da comida (assim como a mostarda, por exemplo). Eu não gosto de comer assim, “por separado”, mas nesse molho ficou uma delícia! A combinação dos sabores neutros como o creme de leite, o frango e a pastinaca com outros tão fortes quanto a própria raíz forte e o funcho, resultaram em uma refeição deliciosa!

Outra curiosidade é que aqui na Estônia o molho é praticamente elemento obrigatório de qualquer prato, porque é o que vai dar o sabor na comida e ajudar na hora da digestão. Então aqui em casa foi sucesso total, já que eu não costumo fazer esse tipo de molho com frequência para o jantar.


Espero que vocês tenham gostado! E fiquem ligados que pode ser que setembro traga uma receita extra bem especial 😌

 

Facebook Comments

Ana Poli

Ana nasceu e cresceu em Jundiaí, Sao Paulo, e aos 17 anos embarcou numa aventura - forçada, diga-se de passagem - de mudar-se com a sua família para a Cidade do México. Lá se formou em Gastronomia, e aprendeu que o mundo é grande demais para passar desapercebido. Hoje em dia vive na Estônia, trabalha como cozinheira e adora viajar, comer, e contar tudo no seu blog elculinario.org.

2 Comments

  1. Oi, Ana, eu adoro quando vejo um pouquinho das paisagens da Estônia por aqui, além das suas receitas maravilhosas. Se elas foram tão boas quanto são bonitas, quero nem pensar muito no que estou perdendo! Um beijo 🙂 Lis

    • Oi, Lisete! Adoro quando você passa por aqui. Vou tentar colocar mais fotos da Estônia, agora a paisagem está ficando cada dia mais linda. Se aventure a fazer a receita, você nao vai se arrepender!
      Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *