12 meses de culinária escandinava – FEVEREIRO

Fevereiro já está no final e enquanto no Brasil vocês tem o calor e o carnaval para aproveitar, aqui do lado de cá parece que o inverno ainda vai demorar para terminar. Tivemos dias muitos frios, muitos sem neve e alguns dias lindos nevados! A primavera só vai começar a dar as caras lá pelo finalzinho março, mas por enquanto ainda temos que ser forte!

Eu quis deixar esse post para o final do mês por um motivo especial: o quitute de fevereiro é um pão doce especialmente degustado na terça-feira de cinzas, ou também conhecida como “terça-feira gorda”. Aqui na Estônia o chamamos de vastlakukkel, mas o nome mais comum é em sueco: semla.

Apesar da influência da data cristã, a terça-feira gorda aqui tradicionalmente é um dia para “prever” como serão as colheitas do ano: as crianças deslizam pelos montes com seus trenós e quem for mais longe, terá a melhor colheita. Depois disso, todos se reunem para comer vastlakukkel e leite quente.

Cada país da escandinavia tem suas variações na receita. Aqui na Estônia, o pãozinho é recheado de creme chantilly e com um pouco de geléia por cima – na Finlândia, por exemplo, em vez de geléia você pode escolher pasta de amêndoas.

Semla ou vastlakukkel

Semla

Semla ou vastlakukkel

Semla


Vastlakukkel ou Semla

Receita para 14 pãezinhos

25g de levadura fresca
375 mL de leite morno
25 g de manteiga derretida (deixe esfriar um pouco antes de usar)
500g de farinha de trigo
1/2 colher de chá de cardamomo em pó
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de chá de sal
1 ovo batido

Dissolva a levadura no leite morno, e depois adicione a manteiga. Peneire os ingredientes secos e adicione aos líquidos para formar uma massa. Amasse até a massa deixar de ser pegajosa, e continue amassando por mais cinco minutos.

Coloque a massa em uma tigela e deixe descansando com uma toalha de mesa por cima por pelo menos uma hora. Amasse novamente antes de começar a fazer os pãezinhos. Forme as bolinhas e deixe descansar em uma forma forrada com papel manteiga, cubertos com a toalha de mesa por mais 20 minutos.

Pré aqueça o forno a 200ºC. Pincele os pãezinhos com o ovo e asse por 20-25 minutos.

Quando eles estiverem douradinhos, estão prontos! Deixe esfriar e corte apenas a “tampinha” dele. Coloque chantilly e um pouco de geléia (pode ser de cereja, mirtilos, morango). Coloque a “tampinha” de volta e decore com açúcar de confeiteiro.

Pronto! Você fez um pãozinho delicioso e super diferente!


Semla ou vastlakukkel

Semla

Espero que vocês tenham gostado da receita desse mês e se fizerem, não esqueçam de me mandar ou me marcar lá no facebook ou instagram. Vou amar ver seu pãozinho semla! 🙂

 

Salvar

Salvar

Facebook Comments

Ana Poli

From Brazil to the world, living life one bite at a time ;)

28 Comments

  1. Uauu hein! Eu nunca comi Semla, mas fiquei tão curiosa para comer, parece ser deliciosa.
    Me dá um pedaço ae? rs
    Parabéns pelo talento!

  2. Aii, que amor de foto, além de parecer uma delícia é tão bonitinho que dá vontade de fazer agoooraaa! ameeei seu blog, to indo ler tudo

  3. Adoro seus posts para conhecer um pouco mais da cultura por aí rsrs e confesso que gostei de todas as versões desse pãozinho rsrs Vou tentar fazer esse pão pq pelo que vi os ingredientes são de fácil acesso 🙂 e fiquei com vontade rsrs

  4. Huum mulher esta com cara de estar delicoso demais deu ate agua na boca kkk da fome que eu to ainda , vou falar pra minha mae fazer essa receita pra mim comer .

  5. Q amor de pãozinho, parece tão simples de fazer, mas tem um nome meio complicadinho pela sua simplicidade, né ?
    Ou eu que entendi errado ? kkkk
    Adorei o post, beijos :*

    • Em estonio é bem complicado sim hahha “vastlakukkel”, demorei uma semana só pra entender o que eles diziam…
      beijos!

  6. Nossa, parece ser uma delícia mesmo! Fiquei com água na boca, e não parece difícil de fazer!
    Conheci seu blog agora e ja amei o fato de você morar na Estônia! ♥

  7. Amo conhecer novas culturas e ainda mais conhecer novos pratos. Parece ser delicioso, vou ver se rola adaptar para uma versão vegana. Amei demais o post <3

    • Para a versão vegana você pode substituir o chantilly de creme de leite normal por chantilly de creme de leite de coco (só bater na batedeira que ele forma!) mas a levedura não sei como substituir 🙁

  8. HUM, já estou com fome novamente, que pãozinho bonita pra fotografar mas mais bonita serie eu comendo ele kkk quero muito experimentar. Bjs e sucesso.

  9. Nunca comi isso e nem sabia que existia hahaha a carinha parece ser muito boa vou tentar fazer pro meu marido ♥

    • Pois é, eu também fiquei sabendo desse pãozinho faz pouco tempo viu? Hahaha tenta sim e depois me conta o que vocês acharam! 😘

  10. Que gracinha e parece muito gostoso e simples de fazer. Adorei a dica, não conhecia nada da culinária deles 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *